Academia Sanity

Medidas preventivas no processo de terceirização pós reforma trabalhista

R$280,00

Riscos e as medidas preventivas possíveis de adoção no processo de terceirização pós reforma trabalhista.

Descrição

O treinamento Medidas preventivas no processo de terceirização pós reforma trabalhista aborda o que as empresas precisam saber quanto aos riscos e as medidas preventivas possíveis de adoção no processo de terceirização.

Novas modalidades de trabalho surgiram com a reforma trabalhista.

  • Intermitente: passam a ser aceitos os contratos por hora de serviço. E o trabalhador contratado nessa modalidade terá garantidos os direitos trabalhistas;
  • Parcial: será permitida a jornada semanal de até 30 horas, sem hora extra, ou de até 26 horas semanais com acréscimo de até 6 horas extras;
  • Autônomo exclusivo: trabalhador poderá prestar serviço para uma empresa de forma exclusiva e contínua sem que se configure o vínculo empregatício;
  • Trabalho remoto (home office): antes não era regulamentado pela CLT. Agora, empresa e trabalhador podem negociar as responsabilidades sobre despesas relacionadas às funções.

OBJETIVO

Apresentar que é possível a redução de encargos sociais, mediante processo de terceirização, até mesmo da atividade fim, mitigando-se os riscos inerentes.

PRÉ-REQUISITOS

Não Aplicável

CARGA HORÁRIA

Treinamento presencial na empresa: 2 horas e 30 minutos.

PÚBLICO-ALVO

Empresários, responsáveis por empresas, diretores, gerentes e funcionários que atuam na administração da empresa.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Evolução histórica:

Riscos
Medidas Preventivas
Terceirização da atividade fim
Aspectos contratuais

TURMAS PREVISTAS

INCLUSO NO CURSO

Obs: o certificado de participação no treinamento Medidas preventivas no processo de terceirização pós reforma trabalhista é disponibilizado por e-mail para os participantes que concluírem satisfatoriamente a carga horária do curso com no mínimo de 85% de presença.

 

Avaliações (0)

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Medidas preventivas no processo de terceirização pós reforma trabalhista”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *